Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

Crítico americano Jonathan Rosenbaum ministra curso gratuito sobre Chaplin em BH

Imagem
Não há dúvidas sobre o que Charles Chaplin representa para o cinema. Apesar disso, nunca é demais conhecer a fundo – e em detalhes – as contribuições do baixinho responsável por clássicos como O grande ditador (1940), Tempos modernos (1936), Luzes da cidade (1931), ainda mais com a ajuda de um dos críticos de cinema mais cultuados no mundo, o americano Jonathan Rosenbaum.
Jonathan Rosenbaum
A convite da Fundação Clóvis Salgado, ele estará em Belo Horizonte entre 14 e 16 de agosto para ministrar o curso Chaplin, ontem e hoje, com entrada franca. Responsável por livros como Goodbye cinema, Hello cinephilia: Film culture in transition (2010) e Movie mutations: The changing face of world cinephilia (2003), Rosenbaum é conhecido tanto por suas análises quanto pelo olhar apurado sobre o futuro da crítica. O americano contribuiu com as mais importantes publicações da área, incluindo as revistas Cahiers du Cinéma e Film Comment. O curso será uma das atividades da mostra retrospectiva dedicad…

Para colorir

Imagem
Aparentemente, associar Charles Chaplin às cores parece um tanto fora do comum, dado que grande parte da sua filmografia foi realizada, além de isenta de som, totalmente em preto e branco, mesmo já havendo sido criada a tecnologia para a cor e a imagem (o primeiro filme com som (diálogos) da história foi "O Cantor de Jazz", do diretor Alan Crosland, em 1927. Já a primeira produção colorida foi "Vaidade e Beleza", de 1935, dirigida por Rouben Mamoulian). Entretanto, em 2010, o mestre do cinema ganhou sua versão em animação, totalmente colorida: O desenho animado, intitulado de "Chaplin", que já é apresentado no Brasil, pelo canal pago Gloob, para a alegria de crianças e adultos. Que tal animar as tardes dos pequenos, nas férias? Imprima as duas imagens abaixo, distribua lápis de colorir e deixe a criatividade tomar conta!
Clique para exibir a imagem em tamanho maior

Bônus:
Clique para exibir a imagem em tamanho maior

Criança rindo com Charles Chaplin (vídeo)

O pequeno Matheus é uma criança que chama a atenção de qualquer pessoa: Ele se diverte (e muito) assistindo aos filmes mudos de Charles Chaplin! As risadas do Matheus são tão boas e sinceras, como só uma criança consegue demonstrar. De acordo com a descrição do vídeo, feita provavelmente pelos familiares do menino, ele não é uma criança comum, justamente por parecer gostar tanto deste estilo de cinema. Mas esse não é apenas um comportamento isolado, ao que parece. Geralmente as crianças tendem a se concentrar e gostar do estilo da pantomima de Chaplin, justamente pela possibilidade de inúmeras interpretações, no rico mundo subjetivo dos pequenos. Eu mesmo já tive essa experiência com meu sobrinho, Arthur (3 anos) que assiste a Charles Chaplin numa concentração que chega a ser cômica, de tão interessante que é.
"Isso prova que a arte pura ultrapassa tecnologias e gerações. ", disse o autor do vídeo. Não temos dúvidas quanto à isso.

Infelizmente o autor do vídeo retirou o mesmo…

Os Simpsons | Maggie aparece como Charlie Chaplin para promover curta-animado

Imagem
The Longest Daycare (algo como "o mais longo dos dias na creche"), curta-metragem de Os Simpsons que será exibido antes de A Era do Gelo 4 (que estreia esta semana nos EUA), ganhou duas imagens promocionais. As ilustrações colocam a protagonista Maggie no papel de Charlie Chaplin, enfatizando que a personagem deve continuar sem falar no curta.
Veja Maggie, como o vagabundo e revivendo a icônica cena de Tempos Modernos (1936):


Fonte: Omelete

Manteiga do Carlitos

Imagem
O Jornal Estado de São Paulo disponibiliza, em seu blog (http://blogs.estadao.com.br), um excelente conteúdo do seu valioso arquivo, contendo notícias e curiosidades, que vão do ano de 1876 até hoje.
Com o título de "Manteiga do Carlitos", o site exibe um anúncio da Manteiga de Côco Brasil, publicado no dia 18 de fevereiro de 1923, que dizia em um trecho:
"Quando é o Carlito quem pede Todo o pedido é gentil: - Exijam sempre a manteiga De côco marca "Brasil"

O interessante é que a mensagem é direcionada, exclusivamente, às mulheres, num tempo em que prevalecia o discurso de que a mulher é que tinha a responsabilidade de cuidar da casa e, incluso nisso estaria fazer compras. Outro fato interessante é que a grafia do nome de Carlitos foi publicada sem o "S" no final.

Confira o anúncio completo:

Trezentos mil acessos!

Imagem
Chegamos aos 300 mil visitantes! Nós, que fazemos o Blog Chaplin há 5 anos, só temos a agradecer à todos os leitores, principal razão deste blog existir. Renovamos o compromisso de continuar a divulgar a vida e obra de um dos maiores gênios do cinema de todos os tempos.
Obrigado!