Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Acessórios pertencentes à Charles Chaplin são vendidos por 120 mil

Imagem
O famoso chapéu-coco e a bengala de bambu, acessórios que caracterizavam o principal personagem de Charles Chaplin, o vagabundo, foram leiloados no último domingo (16), em Los Angeles, California.
O nome do comprador dos artigos não foi informado pela casa internacional de leilões Bonham, apenas sabe-se que o mesmo adquiriu pela bagatela de US$ 62.500, algo em torno de R$ 120 mil reais. Foto: AFP/Arquivo, Philippe Merle
Na ocasião, também foram leiloados outros objetos, como o autorretrato erótico de John Lennon e Yoko Ono (por US$ 25.000), fotografias originais da atriz Marilyn Monroe (US$21.250) e três pinturas de Frank Sinatra, tendo a pintura mais cara sido adquirida por US$10.625 dólares.
Quanto aos acessórios de Charles Chaplin, não se sabe ao certo quantos exemplares ainda encontram-se espalhados pelo mundo, em acervos pessoais de colecionadores.

Chapéu-coco e bengala de Charles Chaplin serão leiloados em breve

Imagem
O valor estimado será entre R$60 e 120 mil Foto: Reuters
Um dos exemplares dos acessórios mais famosos do personagem de Charles Chaplin (seu chapéu-coco e sua bengala de bambu) serão leiloado no próximo domingo, dia 18 de novembro, em Los Angeles, California.
As peças fazem parte de uma coleção particular, devendo alcançar um valor entre US$ 40 e 60 mil (algo em torno de R$ 80 e 120 mil), segundo a casa de leilões Bonhams.

Em Busca do Ouro: uma fábula sobre a sobrevivência

Imagem
Por Hallyson Alves
Eis aí mais um clássico da obra chapliniana. Desta vez, o pequeno personagem criado por ele, se depara com um ambiente incomum aos filmes anteriores. Agora o cenário é compartilhado com imensas montanhas cobertas de neve, onde nas primeiras cenas é possível ver milhares de garimpeiros, enfileirados, arriscando suas vidas para encontrar a pedra mais preciosa entre toda as pedras: o ouro.
A produção Em Busca do Ouro (The Gold Rush, 1925) foi concebido de forma incomum à outras produções de Chaplin. Foi a única comédia muda a ser realizada com o roteiro já preparado previamente. Em 1923, dois meses após a estreia de Casamento ou Luxo (A Woman of Paris), Charles Chaplin pediu para que o roteiro fosse registrado e, em seguida, ordenou que seu estúdio construísse os cenários do mesmo. Outra particularidade do filme é a de que foi o primeiro a ganhar uma reedição, em 1942, 17 anos depois do lançamento. Nesta nova roupagem, Chaplin adicionou um prólogo no qual ele substitu…