Carlitos cearense leva sorriso às comunidades de Fortaleza

xSAM_4048

Utilizar a arte e a cultura, a partir da obra de Charles Chaplin, como ferramenta nos trabalhos de inserção social. Essa é a mola propulsora para o trabalho do CineClube da CASA, da Associação CAIL (Casa de Apoio a Iniciativas Libertária) , um projeto que funciona na cidade de Fortaleza, no Ceará.
“O ‘Cine Clube da CASA, Intervenções Urbanas sobre a luz da obra de Charles Chaplin’ tem por objetivo multiplicar sorrisos. Essa é a grande proposta: atividades que ultrapassam a mera exibição dos filmes de Charles Spencer Chaplin; carregam uma expressão teatral de militância político/cultural de características e princípios libertários. São intervenções em localidades abrangentes ora em uma local especifico “Bairro da Aerolândia”, outra hora em semáforos espalhados pela cidade. A construção de murais que espelham a figura, obra e pensamento de Chaplin” – explica o responsável pela execução do projeto, Apolinário Alves, que também dá vida ao personagem cearence “Carlitos”.
Recursos limitados não impedem o trabalho da CASA
Recursos limitados não impedem o trabalho da CASA
Fonte: CAIL

Ainda segundo Apolinário, ou Apolo, como também é conhecido, "a aproximação ao Chaplin surge pala importância de sua obra, pelo seu discurso e postura humanista e genialidade artística; ao desenvolver as primeiras performances e as primeiras exibições, observamos como era grande as possibilidades de trabalho com a figura de Carlitos não só pela grande aceitação, carisma e sedução que ele exerce sobre as pessoas, independente da idade, mas pela sua riqueza e coerência política, lucidez humanística em uma época onde a humanidade se viu embriagada; isso foi ficando claro na medida em que íamos nos aprofundando na pesquisa sobre a vida e obra de Chaplin.”
As crianças se divertem -e aprendem - com Carlitos.
As crianças se divertem - e aprendem - com Carlitos.
Fonte: CAIL

O trabalho é realizado desde 2009, quando o CineClube da CASA foi contemplado com o edital Cine+Cultura (Ministério da Cultura em parceria com a Prefeitura de Fortaleza). Entretanto, a estrutura que seria possível montar com os recursos do edital nunca chegaram às mãos dos coordenadores do projeto, mas isso não foi motivo para que deixassem de colocar a mão na massa e iniciar o projeto mesmo sem incentivo financeiro. “Depois de muita peleja desistimos de tal edital e nos concentramos pelos nossos próprios esforços, foi então que iniciamos o projeto ‘Cine Clube da CASA.”, acrescenta Apolinário.
O projeto concorre, ainda nesse mês de maio, ao Edital Criativo, sendo esse um processo on-line, onde a maior quantidade de votos determinará o  vencedor. Os organizadores do cineclube acreditam que com os recursos deste edital, será possível fazer com que o projeto funcione pelo menos com uma estrutura mínima, que possibilite a realização de atividades, como oficinas de vídeo.
O projeto concorre na modalidade 2: Invervenção Urbana e Cultura Livre
O projeto concorre na modalidade 2: Invervenção Urbana e Cultura Livre
Fonte: toinharocha.com.br

Nós, que fazemos o Blog Chaplin, acreditamos que vale à pena dar um força o projeto, sobretudo pelo esforço e carinho como seus componentes assumem essa missão. Por isso, pedimos aos nosso leitores que contribuam, realizando seu voto no link: http://toinharocha.com.br/editalcriativo/projetos-selecionados (as votações ocorrem até o dia 20/05.

Conheça um pouco mais sobre o projeto:


Referências:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Era Charles Chaplin ateu?

O caso do roubo do túmulo de Chaplin (1978)

A questão de gênero no filme Tempos Modernos (Chaplin, 1936)