Com humor: Hospital faz campanha com "Charles Chaplin" por silêncio

Realizar uma campanha sobre a importância de se manter o silêncio dentro da área hospitalar, utilizando o humor. E ainda tendo como porta-voz, um dos ícones do cinema mudo: Charles Chaplin. Essa é a proposta da Santa Casa de São José dos Campos, em São Paulo.
"Chaplin" brinca com pai e filha, alertando para a importância do silêncio no hospital. (Foto: Divulgação/Códgio BR Comunicação)
"Chaplin" brinca com pai e filha, alertando para a importância do silêncio no hospital.
(Foto: Divulgação/Código BR Comunicação)

O hospital contratou um ator que, caracterizado como Chaplin, percorre os corredores da unidade, chamando a atenção de usuários e visitantes para a importância do silêncio no ambiente, onde encontram-se os pacientes e funcionários da instituição.
Muitos ruídos, segundo a Santa Casa, pode prejudicar a recuperação dos pacientes e a concentração daqueles que precisam atuar no tratamento destes. A aceleração dos batimentos cardíacos de pacientes com algum quadro clínico são um dos possíveis efeitos ocasionados pelo barulho.
Mais imagens da intervenção:
Campanha-do-silêncio-crédito-Codigo-BR-Comunicação-1
Campanha-do-silêncio-crédito-Codigo-BR-Comunicação-3
Campanha-do-silêncio-crédito-Codigo-BR-Comunicação-7 
Campanha-do-silêncio-crédito-Codigo-BR-Comunicação-11

As informações são do portal G1, através do sítio eletrônico da CBN.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Era Charles Chaplin ateu?

O caso do roubo do túmulo de Chaplin (1978)

A questão de gênero no filme Tempos Modernos (Chaplin, 1936)