Livro inédito de Charles Chaplin é lançado na Itália

As comemorações alusivas ao centenário de Charles Chaplin ganham um elemento especial: Nesta terça-feira, será lançado um livro INÉDITO do artista. Intitulado de "Footlights", a obra inspirou o filme "Luzes da Ribalta", de 1952, considerado pela crítica como a última grande obra de Chaplin no cinema.
A jovem bailarina (Claire Bloom) e o velho palhaço (Chaplin).
A jovem bailarina (Claire Bloom) e o velho palhaço (Chaplin)

O romance foi escrito por volta de 1948 e havia uma série de rascunhos, encontrados nos "Arquivo Chaplin", na Suíça. David Robinson, seu principal biógrafo, autor do livro "Chaplin - Uma biografia definitiva" foi o responsável por organizar e reconstruir a obra, que foi iniciada por uma digitalização desde 2002. A família de Charles Chaplin autorizou todo o processo. Esse material encontra-se disponível para o público, na biblioteca de Bologna, na Itália.
A Cineteca de Bologna é responsável pela restauração de mais de 70 filmes de Charles Chaplin, sob a autorização da família do artista, desde o ano de 1998, e vem sendo atualizada na medida que surgem novas tecnologias.
O filme "Luzes da Ribalta" conta a história de um palhaço inglês, que está envelhecendo e já não consegue atrair a atenção do público. Sofrendo um vazio existencial, ele encontra uma bailarina que tenta o suicídio, por não mais poder dançar, e se propõe a ajudá-la, encontrando assim um sentido para sua vida. O desprezo do público era o maior medo de Charles Chaplin e, por isso, muitos dizem que esse é um filme biográfico do artista. O filme é conhecido, também, por trazer o maior "rival" de Chaplin no cinema, Buster Keaton, sendo essa a única vez em que os dois são vistos juntos, num filme.
Chaplin e Keaton em cena (1952)
Chaplin e Keaton em cena (1952)

O livro "Footlights", na versão impressa, em inglês, será vendido na Amazon.com e no site da Cineteca de Bologna.

Fonte: O Globo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Era Charles Chaplin ateu?

O caso do roubo do túmulo de Chaplin (1978)

A questão de gênero no filme Tempos Modernos (Chaplin, 1936)