Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2016

A questão de gênero no filme Tempos Modernos (Chaplin, 1936)

Imagem
Por Everton Luís Sanches (Professor e Doutor em História)
O filme Tempos Modernos (Chaplin,1936) é bastante lembrado tendo em vista o sistema produtivo em série, a linha de montagem, além de reflexões sobre a economia capitalista, a crise de 1929 e a mecanização envolvendo o ser humano de maneira a afastá-lo das condições básicas que permitem que ele seja humanizado. Contudo, podemos considerar também nesse filme a condição do homem e da mulher no tempo de sua produção e compararmos com os dias de hoje. Um modo diferente de assistir ao filme é sob a perspectiva das relações de gênero estabelecidas dentro de sua narrativa. Nesse caminho, podemos analisar as seguintes questões: como o filme trata o homem e sua legitimidade (atributos que lhe conferem respeito) na sociedade? E a mulher? Como ela se relaciona com o contexto descrito no filme? Como ela se afirma enquanto ser humano?
Tendo em vista uma abordagem rápida, gostaria de destacar do filme o trecho que vai da saída de Carlitos do ho…

The Freak: o filme inacabado de Charlie Chaplin

Imagem
Por Hallyson Alves
Charles Chaplin tinha mesmo uma mente bastante inventiva. Até os seus últimos dias, concentrou-se na elaboração de roteiros e ideias para novos filmes. O cinema sempre foi a sua paixão. O escritor e cineasta suíço, Pierre Smolik, teve acesso ao que seria o próximo trabalho de Chaplin, após Condessa de Hong Kong, que foi o seu último filme da carreira. The Freak, conta a história de uma mulher-pássaro, capturada para ser exibida em Londres, como raridade. Trata-se de um conto de fadas, cômico, é verdade, mas com um final dramático (típico do cinema chapliniano).
Essa foi apenas uma ideia, pois nunca tornou-se um roteiro completo, mas possui diversos detalhes dos bastidores: cenários, diálogos e várias anotações de Chaplin. Todo esse material foi encontrado entre os documentos da família Chaplin, sendo organizado e editado, transformando-se em um livro: "The Freak, o último Filme de Chaplin". O livro tem edição francesa e inglesa, pela editora Call Me Edouar…