A primeira década do Blog Chaplin



Há dez anos era criado o primeiro blog em língua portuguesa com conteúdo exclusivo sobre Charles Chaplin. Em 2007, quem estivesse interessado em saber um pouco mais sobre o mestre do cinema não encontraria informações suficientes em sites brasileiros. Para mim, que havia conhecido o primeiro filme de Chaplin neste mesmo ano, foi um verdadeiro desafio pesquisar muito além do que havia na época. Não faltava conteúdo totalmente, mas o que havia disponível carecia de uma certa legitimidade. 
Haviam textos, frases e até fotografias creditadas a Charlie, mas muitas delas sequer eram dele. Essa foi uma das motivações para que escrevêssemos um post sobre esse assunto:

Gato por Lebre: as frases nunca ditas

Ainda em 2007, eu cursava a minha primeira graduação, em História, motivo esse que trouxe um estímulo a mais para criar não apenas um blog feito para fãs, mas um espaço de pesquisa para aqueles que quisessem se aprofundar na história da vida e da obra de Charles Chaplin. Como toda referência bibliográfica, sempre tive cuidado em produzir um conteúdo responsável, baseado sempre nas informações oriundas de fontes conhecidas, além das biografias sobre Charles Chaplin, sobretudo a sua autobiografia, produzida em 1964.

Nesses dez anos de pesquisa, buscando textos acadêmicos e não acadêmicos sobre Chaplin, finalmente pude produzir a minha própria pesquisa acadêmica. Houveram dois frutos nesse sentido: primeiro, em 2014, defendi o Trabalho de Conclusão de Curso de Psicologia, minha segunda formação, intitulada:

A Psicologia do Vagabundo: Resiliência e Sentido da Vida na vida e obra de Charles Chaplin

E segundo, após aprovação do projeto de mestrado, defenderei nos próximos meses a dissertação sobre a representação das cidades chaplinianas, cujo título divulgarei em breve.

Foi uma década de muito trabalho e intensa satisfação, já que nos tornamos referência nos estudos sobre o cinema mudo a partir da obra chapliniana. E recebemos muitos convites para entrevistas e palestras, entre eles:

- Rádio Estadão
- Globo News
- Correio Braziliense
- Sesc Nacional
- Digitais (Pontifícia Universidade Católica) Campinas
- TV Cultura (TV Itararé)
- História em Curtas (Universidade Federal de Campina Grande)

Em 2010, para nossa surpresa, estivemos em contato com o escritório oficial, detentor dos direitos de imagem de Charles Chaplin, que nos autorizou o uso destas imagens. No mesmo ano, tivemos a divulgação mundial do Blog Chaplin nas redes sociais deste mesmo escritório.

No momento em que comemoramos os 10 anos de Blog Chaplin, não poderíamos deixar de agradecer, primeiramente, a todos os nossos leitores, com sua audiência e participação, pois sem vocês não teríamos resistido tantos anos, pois muitas são as dificuldades para manter o blog no ar (com qualidade). Agradecemos, também, aos nossos parceiros, que acreditaram na credibilidade do blog para divulgarem as suas marcas: Versátil Home Vídeo, Bazani House - Top Baza, Classicline, Folha de São Paulo, Companhia das Letras e Editora Novo Século. Por fim, mas não menos importante, agradecer a todos aqueles que fizeram e fazem parte da Equipe Blog Chaplin, aos que se foram e aos que continuam dando sua valiosa contribuição para o engrandecimento deste espaço.

O que esperamos para a próxima década? Que continuemos com o compromisso de produzir um conteúdo responsável e de qualidade, divulgando a obra de um dos artistas mais importantes de todos os tempos, ressaltando, sobretudo, o seu humanismo, resiliência e criatividade, frente às dificuldades da vida. Viva Chaplin!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Era Charles Chaplin ateu?

O caso do roubo do túmulo de Chaplin (1978)

A questão de gênero no filme Tempos Modernos (Chaplin, 1936)